Fazendo uso correto dos bisfosfonatos orais (tratamento para a osteoporose)

A osteoporose é uma doença que causa fragilidade óssea com risco de fraturas. Um desbalanço no metabolismo ósseo é a causa do problema. Neste desbalanço, as células ósseas reabsorvem mais osso do que formam, o que leva a uma perda progressiva da massa óssea. Os bisfosfonatos são medicamentos que inibem a reabsorção óssea, sendo largamente usados no tratamento da osteoporose.

No Brasil, os bisfosfonatos orais disponíveis para o tratamento da osteoporose são o ibandronato, o risedronato e o alendronato, este último disponível no SUS e na rede Farmácia Popular.

 

osteoporose

Antes de prescrever estes medicamentos para o tratamento da osteoporose, o médico endocrinologista avalia sua indicação e solicita alguns exames. Pacientes com problemas esofágicos ou acamados, podem ter o uso contraindicado, assim como pacientes em tratamentos odontológicos com implantes ou problemas renais. Pacientes com níveis de cálcio ou vitamina D baixos devem receber avaliação e tratamento para estas condições antes de começar o tratamento com bisfosfonatos.

Uma vez verificadas as indicações, o paciente deve observar as seguintes recomendações na hora de tomar o medicamento:

1- tome o medicamento em jejum. Como os bisfosfonatos são pouco absorvidos pelo trato gastrointestinal, tomá-los de estômago vazio melhora a absorção e consequentemente garante o efeito desejado.

2- tome o comprimido com pelo menos um copo de 250 mL de água. Isso garante que a medicação não ficará no esôfago, onde poderia causar inflamação.

3- não deite após ingerir o medicamento por pelo menos meia hora. Esta recomendação também visa proteger o esôfago, já que algumas pessoas podem ter refluxo.

4- não ingira alimentos ou bebidas que não sejam água por pelo menos meia hora. Isto garantirá que o medicamento seja devidamente absorvido.

5- use um calendário para anotar os dias de tomar a medicação. Para a prevenção das fraturas, é importante que a medicação seja tomada sempre e de maneira adequada.

6- faça corretamente a dieta rica em cálcio e use a suplementação com cálcio e vitamina D prescrita pelo seu endocrinologista. Na maioria dos estudos, os bisfosfonatos foram prescritos em conjunto com cálcio e vitamina D para a prevenção das fraturas, ou seja, a suplementação também é muito importante para o tratamento.

7- caso sinta qualquer sintoma gastrointestinal alto como azia ou queimação, entre em contato imediato com seu endocrinologista. Pode ser que o uso oral tenha que ser suspenso.

Tendo estes cuidados, o uso dos bisfosfonatos é extremamente seguro e causa pouquíssimos efeitos indesejáveis.

Dr. Mateus Dornelles Severo

Médico Endocrinologista

Mestre em Endocrinologia

CREMERS 30.576

www.facebook.com/drmateusendocrino

Deixe uma resposta