Refrigerantes, inclusive sem adição de açúcar, podem aumentar o risco de diabetes

No dia 30 de janeiro de 2013, pesquisadores franceses publicaram no Jornal Americano de Nutrição Clínica mais um estudo que incrimina os já famigerados refrigerantes.

Neste estudo, mais de 60 mil mulheres francesas foram acompanhadas por 14 anos. O consumo de pelo menos uma lata de refrigerante normal ou de 600 mL de refrigerante diet/light/zero praticamente dobrou o risco de diabetes. Os pesquisadores do estudo analisaram a hipótese de causalidade reversa, isto é, que pessoas diabéticas substituiriam o refrigerante normal pelo dietético, mas aparentemente não foi o que aconteceu.

coca zero

Mais estudos precisam ser conduzidos para explicar como os refrigerantes sem açúcar causam o diabetes. Contudo, os dados disponíveis até agora servem como alerta para que se evite esse tipo de bebida, que além de diabetes, pode causar obesidade, doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais (derrames ou isquemias).

Fonte: Medscape

Dr. Mateus Dornelles Severo

Médico Endocrinologista

CREMERS 30.576

mateusdsevero@gmail.com

Deixe uma resposta