Mais um medicamento aprovado para o tratamento do excesso de peso

Três semanas após a aprovação da lorcaserina, a agência americana responsável por regulamentar medicamentos (FDA) aprovou terça-feira, dia 17 de julho de 2012, mais um novo medicamento para o tratamento do excesso de peso, a combinação de topiramato com fentermina (nome comercial Qsymia).

O topiramato é um anticonvulsivante usado para o tratamento de compulsões. Já a fentermina é um derivado da anfetamina que diminui o apetite. Usados em combinação, topiramato e fentermina agem diminuindo o apetite e levando a perda de cerca de 9% do peso quando comparado ao placebo (tratamento sem os princípios ativos).

mateus_severo_remedios

Assim como a lorcaserina, a combinação topiramato/fentermina está indicada para pacientes obesos (IMC maior ou igual a 30 kg/m2) ou com sobrepeso (IMC maior ou igual a 27 kg/m2) associado a comorbidades como pressão alta, diabetes e elevação dos níveis de colesterol como terapia adjuvante à dieta e às atividades físicas.

O novo medicamento pode acelerar o coração, logo não é recomendado o uso em pacientes com suspeita de doenças cardíacas ou vasculares, principalmente se recentes (6 meses prévios). Além disso, está contraindicado para o uso durante a gestação devido ao risco de malformações no feto (lábio leporino). Outros efeitos adversos são formigamento das mãos e pés (parestesias), tonturas, sensação de sabor alterado, insônia, constipação e boca seca.

Foram solicitadas novas pesquisas junto ao fabricante para que se possa melhor estabelecer o perfil de segurança do medicamento em longo prazo, já que os estudos disponíveis até agora foram todos de curta duração.

Assim como com a lorcaserina, ainda não há previsão de lançamento do Qsymia no mercado brasileiro.

Fonte: Medscape

Dr. Mateus Dornelles Severo

Médico Endocrinologista

CREMERS 30.576

mateusdsevero@gmail.com

Deixe uma resposta