Óleo de coco: fatos e mitos

Suplementos alimentares estão sempre na moda. Contudo, é importante se ter consciência que a indústria coloca vários produtos no mercado, muitas vezes, com intenção única de obter lucro. Alguns destes suplementos acabam por não ser devidamente estudados e não se sabe o real benefício assim como possíveis riscos.

Há cerca de 1 ano, o produto da moda era a “ração humana”. Atualmente é o óleo de coco. Entre as promessas deste “novo” suplemento estão: redução nos níveis de colesterol, ação antioxidante, efeitos antitrombóticos, perda de peso e redução da barriga.

oleo de coco mateus severo endocrino2

Porém, quando se revisa criteriosamente a literatura médica, o óleo de coco ainda deixa muito a desejar…

Pra começar, a maioria dos estudos foi feito com animais. A fisiologia e o metabolismo dos animais são, em diversos graus, diferentes dos nossos. Dizer que o óleo de coco tem efeito antioxidante em ratinhos não significa que ele terá o mesmo efeito em seres humanos. Além disso, quando se avalia uma substância, seja ela um suplemento alimentar ou um medicamento, não interessa apenas o efeito sobre exames. O que realmente interessa são os efeitos clínicos. Isto é, se viveremos mais, se infartaremos menos, se nos manteremos magros, etc.

Quando se procura por estudos científicos de alta qualidade em seres humanos, a carência é muito grande. Os poucos estudos sugerem que o óleo de coco possa ajudar a reduzir a circunferência abdominal em menos de 3 cm! O efeito sobre o peso, ao contrário do que se especula, é neutro. Ou seja, óleo de coco aparentemente NÃO ajuda a emagrecer.

Até que resultados de estudos maiores realizados em seres humanos sejam disponibilizados, a suplementação com óleo de coco NÃO deve ser realizada de rotina.

Se você tem dúvidas quanto a sua alimentação e quanto ao uso de determinados tipos de alimentos, procure seu endocrinologista ou nutricionista. O uso de suplementação alimentar nem sempre é isento de riscos e pode gerar gasto muitas vezes desnecessário.

Dr. Mateus Dornelles Severo

Médico Endocrinologista

CREMERS 30.576

mateusdsevero@gmail.com

Deixe uma resposta