Avaliação dos nódulos de tireoide: o papel da punção aspirativa com agulha fina

O que é punção aspirativa com agulha fina?

A punção aspirativa com agulha fina ou PAAF é um procedimento simples no qual se introduz uma agulha muito fina no nódulo de tireoide que se quer avaliar. Através de aspiração, são retiradas algumas células que serão analisadas no microscópio. O procedimento pode ser feito com ou sem anestesia e pode ainda ser guiado por ecografia, principalmente, nos nódulos de difícil palpação.

Qual o preparo necessário para a realização da PAAF?

Como dito anteriormente, a PAAF é um procedimento muito simples, sem necessidade de grande preparo. Não é necessário jejum e o paciente é liberado para as atividades normais logo após.

ThyroidBiopsy

Em alguns pacientes que estão fazendo uso de anticoagulantes ou de aspirina, pode ser necessária a suspensão desses medicamentos alguns dias antes para se evitar sangramento.

Quais são os riscos da PAAF?

A PAAF é um procedimento muito seguro. Eventos adversos graves são muito raros. As complicações mais freqüentes são dor e desconforto leves no local da punção e hematomas.

Quais os possíveis resultados da PAAF?

Existem 6 possíveis resultados para a PAAF:

– não diagnóstica: algumas vezes o material aspirado não é suficiente para que se consiga firmar com certeza o diagnóstico. Deve-se repetir o exame nesses casos;
– benigna: células benignas, sem sinal de câncer;
– lesão folicular de significado indeterminado, neoplasia folicular e suspeita de malignidade: nestas 3 categorias existe um risco crescente de câncer, devendo o paciente ser encaminhado para cirurgia conforme critério clínico;
– maligna: compatível com câncer de tireoide. Na maioria destes casos, a cirurgia está indicada.

Se você tem ou desconfia que possa ter nódulos na tireoide, procure um endocrinologista. Uma PAAF pode ser necessária como parte da avaliação.

Dr. Mateus Dornelles Severo

Médico Endocrinologista
CREMERS 30.576 – RQE 22.991
www.facebook.com/drmateusendocrino

Deixe uma resposta